Exit

18 de junho de 2017

Cavalgada Cultural lembra 30 anos sem Drummond e abre caminhos para Fliminas 2017

A cidade de Itabira vai ser o ponto de partida de mais uma expedição dos Cavaleiros da Cultura. Em dez dias, o grupo vai percorrer 400 quilômetros até a cidade de Rio Novo, na Zona da Mata, onde tem sede. A viagem é o pontapé inicial para a FLIMINAS 2017 – Festa Literária de Minas Gerais, que nesta edição lembra os 30 anos da morte de Carlos Drummond de Andrade.

O trajeto terá início nesta terça-feira, dia 20 de junho, às 9h, no memorial dedicado ao poeta, que não por coincidência tem projeto assinado por Oscar Niemeyer, idealizador da Associação Cavaleiros da Cultura. A amizade entre os dois vai ser lembrada por onde a comitiva passar, garante Carlos Oscar Niemeyer, neto do arquiteto e líder dos cavaleiros. “A intenção é não só celebrar a obra de Drummond, mas fazer também esse link com a associação, idealizada pelo meu avô, e lembrar a forte amizade entre os dois. O nosso grupo de cavaleiros é composto por amigos que acreditam que a leitura pode transformar, como dizia o Oscar. Desta forma, vamos distribuir livros por todo o caminho dando início a grande celebração a Drummond que faremos na FLIMINAS em agosto”, diz.

No percurso, os cavaleiros Carlos Oscar, Eduardo Ladeira, Francisco Reis, Álvaro Gatto e Adriano Gama vão passar pelas cidades de Ipoema, Cocais, Santa Rita do Durão, Piranga, Presidente Bernardes, Dores do Turvo, Rio Pomba até a chegada em Rio Novo. No total, 40 mil livros serão doados às escolas e crianças destas localidades. A ação é feita em parceria com a Paulus Editora.

FLIMINAS 2017

Com mais de 30 mil pessoas participando das atividades na praça Ronaldo Borges nas últimas três edições da Festa Literária de Rio Novo, a ACC e seu evento inspirador almejam agora uma nova conquista, fazer com que a festa abrace todo o estado. O primeiro traço de crescimento vem no nome FLIMINAS, abreviação de Festa Literária de Minas Gerais.

Em 2017, a FLIMINAS homenageará com o tema “Tem poesia no meio do caminho”, Carlos Drummond de Andrade. A intenção, além de celebrar a obra, é lembrar os 30 anos da morte do poeta, cronista e jornalista.

O evento, com abertura marcada para o dia 17 de agosto, a exemplo das edições anteriores contemplará, em quatro dias, público de todas as faixas etárias, com programação 100% gratuita e aberta. Já estão confirmadas mesas de debates, lançamentos de livros, bate-papos com autores renomados, sessões de contação de histórias, oficinas nas áreas de artes plásticas, literatura, criação literária, artesanato, educação patrimonial, além de exposições, espetáculos de teatro, shows musicais e gastronomia.

Close
Go top