Exit

Niterói > Brasília

Cavalgada Cultural Brasília 50 Anos

A Cavalgada Cultural Brasília 50 anos teve início em Junho de 2009. Os Cavaleiros da Cultura saíram do Museu de Arte Moderna de Niterói, uma obra de Niemeyer, com 57 mil livros, doados pela editora Paulus, por meio do Programa Direito e Cidadania, na bagagem. Em 22 dias, o grupo percorreu 650 Km doando os exemplares a 25 bibliotecas e escolas dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A primeira etapa foi finalizada no dia 18 de Julho de 2009, na Igreja da Pampulha, a primeira obra de Niemeyer para Juscelino Kubitschek.

Após a solenidade em Niterói, a tropa se instalou às margens da Raiz da Serra, um caminho antigo que leva a cidade de Petrópolis (RJ). “Essa foi uma das etapas mais difíceis, pois tivemos cerca de seis horas de subida. Em compensação, a vista era deslumbrante”, revela José Antônio Franca, membro da diretoria da ACC.

Saindo de Petrópolis, os cavaleiros seguiram para o Vale das Videiras, uma bonita região no Alto Araras (RJ). A maratona continuou às margens do rio Paraíba do Sul, na área conhecida como Inconfidência. De lá, a o grupo seguiu passando por Paraibuna, Levi Gaspariam, Matias Barbosa, Caeté e Chácara (MG).

A tropa chegou em Rio Novo (MG), município sede da Associação Cavaleiros da Cultura, no dia 04 de Julho. Na cidade, foi inaugurado um marco com a logomarca da ACC, desenhada por Oscar Niemeyer. “Devido à importância da Associação para a cidade, resolvemos fazer essa homenagem”, explicou Virgínia Ferraz, vice-prefeita de Rio Novo.

Após dois dias no município, os cavaleiros partiram em direção a Rio Pomba (MG). De lá, passaram distribuindo livros em Silveirânia, Presidente Bernardes, Piranga, Bandeira (Santa Rita de Ouro Preto), Lavras Novas, Ouro Preto, Serra dos Jagunços, Rio Acima, Nova Lima, alcançando a região de Taquaril, em Belo Horizonte.

A primeira fase da viagem se encerrou no dia 18 de Julho, com a chegada dos cavaleiros na Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte. Foram 22 dias intensos de entrega de livros e eventos culturais. O roteiro tem continuidade em 2010, quando a tropa parte de Belo Horizonte com destino a Brasília, na II fase da Cavalgada Cultural Brasília 50 anos.

Segunda Etapa

Depois de quase um mês de marcha, os Cavaleiros da Cultura completaram os 860 Km de percurso da II etapa da Cavalgada Cultural Brasília 50 anos, que homenageou o arquiteto Oscar Niemeyer e o cinqüentenário da Capital Federal. A comitiva formada por cerca de 20 cavaleiros, incluindo o neto do arquiteto, Carlos Oscar Niemeyer, saiu da capital administrativa de Minas (a mais nova obra de Niemeyer) com 120 mil livros na bagagem. O material foi doado a 21 bibliotecas e escolas públicas do roteiro até a Capital Federal.

A comitiva saiu de Belo Horizonte no dia 19 de março e chegou a Brasília no dia 17 de abril. A marcha de encerramento ocorreu no Eixo Monumental. Os cavaleiros chegaram à Biblioteca Nacional e doaram 3,5 mil livros. Em seguida, fizeram paradas no Museu da República e no Congresso Nacional. As comemorações finais ocorreram no Parque de Exposições da Granja do Torto, com um delicioso churrasco e o show final da dupla “Tô Arando e Gradiando”.

Percurso

O trajeto privilegiou caminhos do livro “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa. A diversidade de relevo e paisagens marcou o trajeto percorrido nas estradas de chão. Saindo de Belo Horizonte, a comitiva passou por Sete Lagoas, Araçaí, Cordisburgo, Curvelo, Morro da Garça, Buritizinho, Andrequicé, Três Marias, Luislândia do Oeste, Vila São Sebastião, João Pinheiro e Paracatu.

A comitiva enfrentou serras e trilhas até alcançar a região do cerrado, com os belos buritis e árvores retorcidas. Em muitos locais, o grupo precisou acampar, devido à falta de estabelecimentos para hospedagem, como foi o caso de Buritizinho, região próxima a Cordisburgo, cidade natal de Rosa.

Chegando ao estado de Goiás, o grupo seguiu caminho em meio às lavouras de soja, trigo e milho, passando pelas proximidades de Cristalina, Valparaíso de Goiás, Luisiânia até chegar à cidade satélite de Paranoá no dia 16 de abril.

Histórico

A Cavalgada Cultural Brasília 50 anos teve início em Junho de 2009. Os Cavaleiros da Cultura saíram do Museu de Arte Moderna de Niterói, uma obra de Niemeyer, com 57 mil livros na bagagem. Em 22 dias, o grupo percorreu 650 Km doando os exemplares a 25 bibliotecas e escolas dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A primeira etapa foi finalizada no dia 18 de Julho de 2009, na Igreja da Pampulha, a primeira obra de Niemeyer para Juscelino Kubitschek.

Close
Go top