Exit

16 de agosto de 2018

‘Cartas Cruzadas': Carlos Porto lança romance na FliMinas

O autor Carlos Porto é mais uma atração confirmada na FliMinas – Edição Fernando Sabino. Para lançar ‘Cartas Cruzadas – um romance carioca’, o escritor encontrará o público do evento em dois momentos: o primeiro, na sexta-feira, dia 7, às 13 horas no Espaço do Autor. O segundo encontro será no sábado, dia 8, às 18h30 no Solar do Vô Chiquinho.

Relacionadas com cartas de um antigo baralho, as personagens do romance encarnam figuras de diferentes naipes que, por acaso ou força do destino, se cruzam numa trama misteriosamente engendrada. Fragmentada e projetada como um jogo de Tarô, a narrativa revela – como um oráculo – a jornada de reis, damas, valetes, curinga e arcanos menores, cujas trajetórias convergem e divergem ao longo de um século.

capa_800px (1)

Da Era Vargas ao primeiro Desfile das Escolas de Samba no Sambódromo, em 1984, passando pelo envio das Forças Expedicionárias Brasileiras para a Itália na Segunda Grande Guerra, a construção de Brasília durante o Governo JK, o acidente com o voo 202 da Pan Am em 1952, o Concerto de Bossa Nova no Carnegie Hall em 1962, os regimes ditatoriais que assolaram o Brasil e outros países nos anos 1960, 1970 e 1980, entre muitas outras circunstâncias e fatos reais, sete biografias fictícias atravessam nossa história e geografia, bem como nossas fronteiras, perfazendo uma cartografia muito particular do breve século XX e, especialmente, da Cidade Maravilhosa.

Com a inspiração de um cartomante, a nostalgia de um carioca da gema e a destreza de um romancista de mão cheia, Carlos Porto estreia em grande estilo, com muito estilo, e nos convida a uma emocionante experiência literária com suas Cartas cruzadas.

Carlos Porto nasceu em 1942, no Rio de Janeiro, é botafoguense e um dos arquitetos responsáveis pelo projeto do Engenhão, estádio olímpico localizado no bairro do Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro. Em Cartas cruzadas, seu primeiro romance, sua cidade e sua obra voltam a se cruzar definitivamente.

Close
Go top